maisDesporto
maisDesporto
  • Entrada
  • MEDIA
  • NOTICIAS
  • Seleção brasileira de futebol feminino foi recebida nos Paços do Concelho

Seleção brasileira de futebol feminino foi recebida nos Paços do Concelho

31.05.2019
Nesta sexta-feira, 31 de maio, a presidente da Câmara de Portimão, acompanhada pelo executivo municipal, recebeu no salão nobre dos Paços do Concelho a seleção brasileira de futebol feminino, que se encontra a estagiar no concelho, visando a sua participação no Campeonato do Mundo, que decorrerá na França entre 7 de junho e 7 de julho.

Na ocasião, Isilda Gomes realçou o “enorme orgulho que é para Portimão acolher este estágio, sobretudo no ano em que somos a Cidade Europeia do Desporto”, formulando votos a todos os elementos da comitiva “para que levem daqui as melhores recordações, no sentido de um dia regressarem para passar férias.”

“As mulheres têm capacidade para lutar de igual para igual em todas as facetas da vida, nomeadamente no desporto, e esta seleção está recheada de talento, pelo que vos desejo o maior sucesso”, referiu a autarca, antes de entregar a medalha CED 2019 ao coordenador das seleções femininas na Confederação Brasileira de Futebol, Marco Aurélio Cunha.

As brasileiras iniciaram no dia 22 de maio um estágio em Portimão, que se prolongará até 5 de junho, tendo como base de treinos o Centro de Estágio do Portimonense e o Estádio Municipal de Portimão, além do campo do Penina Hotel & Golf Resort, onde a comitiva está hospedada.

A seleção brasileira escolheu esta região para um período de adaptação ao clima europeu e ao fuso horário até à estreia na competição, marcada para 9 de junho, fazendo parte do grupo C, que inclui as seleções da Jamaica, Austrália e Itália.

LUTAR PELO TÍTULO

Marco Aurélio Cunha não poupou elogios às condições encontradas em Portimão, destacando o papel do Portimonense para o sucesso deste estágio. “Dispomos de tudo o que é necessário para melhorarmos o entrosamento entre as futebolistas, que jogam em vários continentes, devendo enaltecer a forma carinhosa como temos sido tratados, não nos faltando nada”, assinalou o responsável.

“A prioridade é darmos um polimento final na componente física das jogadoras e um padrão tático, adaptando-as igualmente aos relvados europeus, que são muito melhores e mais rápidos”, observou, antes de vaticinar: “Há uma dezena de fortes candidatos à vitória, mas o Brasil quer honrar os seus pergaminhos e lutar pelo título.”

Presentes em todas as oito edições do Campeonato do Mundo, as melhores classificações das brasileiras tiveram lugar em 2007, com um segundo lugar, e em 1999, com o terceiro posto.

Da lista de convocadas, destaque para a atacante Marta, eleita por seis vezes pela FIFA como melhor jogadora de futebol do mundo, a última das vezes no ano passado, e para a centro campista Formiga, que irá disputar o seu sétimo Mundial, um máximo tanto a nível feminino como masculino. Também merecem uma referência especial a defensora Tayla e a avançada Geyse, que ajudaram o Benfica a conquistar a Taça de Portugal e a subir à Primeira Liga nacional e que são as duas únicas jogadoras desta convocatória a atuar no futebol feminino português.